Fisioterapia Pélvica

Tossiu, espirrou, correu, pulou e... a urina escapou? ☹

Não precisa sentir constrangimento, pois saiba que a incontinência urinária é uma das disfunções mais comuns do assoalho pélvico, afetando no Brasil cerca de 45% das mulheres e 14% dos homens.  E sim, é possível prevenir e tratar disfunções pélvicas em homens, mulheres e crianças!

Sabemos que, embora apesar de bastante recorrente, perder urina de forma involuntária não é normal em nenhuma situação, independente do sexo e da idade. Mas, a boa notícia é que, de acordo com a Sociedade Internacional de Continência, a FISIOTERAPIA PÉLVICA é o tratamento conservador mais indicado para a incontinência urinária, apresentando bons resultados de forma segura e não invasiva!

O que a Fisioterapia Pélvica

pode prevenir e tratar?

Incontinência urinária

Bexiga hiperativa
(urgência miccional)

Incontinência anal
(perda involuntária de fezes e gases

Disfunções miccionais e evacuatórias

Prolapsos de órgãos pélvicos

Disfunções sexuais

Dor pélvica crônica

Disfunções pré e pós-parto

Conscientize-se de que esses sintomas precisam de cuidado!

Você não tem que sofrer com perdas involuntárias de urina, vontade urgente de ir ao banheiro toda hora, dores na relação sexual, entre outras queixas.

Procure a ajuda de um profissional capacitado…

A incontinência urinária e todas essas demais disfunções podem ser tratadas ou prevenidas pela FISIOTERAPIA PÉLVICA, por meio de técnicas especializadas e acompanhamento adequado.

Dê fim ao sofrimento e recupere sua qualidade de vida!

Conheça quem pode lhe ajudar:

Marina Petter Rodrigues

Fisioterapeuta – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Pós-graduada em Fisioterapia Pélvica – Faculdade Inspirar

Mestre em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetrícia (UFRGS)

Doutoranda em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetrícia (UFRGS)

As últimas
do nosso

Blog